segunda-feira, 4 de janeiro de 2010

O “ASSUSTADOR” REINO DO LAGARTO

O Sporting parece ter direccionado a sua fúria para as contratações a granel, deixando de se preocupar e tentar proibir as goleadas e outras vitórias do Benfica, bem como a euforia dos seus adeptos com essas vitórias e goleadas.
Tarde e não a tempo de qualquer coisa na Liga Sagres que não seja fugir aos lugares de despromoção, o presidente que disse alto e bom som que, com ele, o Sporting não hipotecaria receitas futuras, dá três milhões por um defesa direito normalíssimo e que não faz diferença nenhuma relativamente aos que o plantel já possui – comentários ouvidos a sportinguistas de relevo – em quem nem Queirós reparou. De resto, se Queirós reparou em algo, do que se duvida, só poderia ter sido nas trancadas que o pequenote arreia e na sua extrema vocação para jogar andebol dentro da sua área num jogo supostamente de futebol.
Como treinador do sistema, é muito provável que Queirós também e só tivesse reparado nos consequentes branqueamentos das arbitragens, atenta a condição de protectorado “papal”. E não será isso que o preocupará a nível interno, pois que o pequeno e banal jogador trocou um protectorado por outro. Só que Queirós é treinador de selecção e os árbitros que vai enfrentar não são os árbitros portugueses.

Mas esta fúria retardada e serôdia, benza-a Deus, teve para já o condão de entusiasmar o seu treinador de recurso e de autocarro, aquele treinador de sétima ou oitava escolha. Tão entusiasmado se mostra este treinador que até delira, imaginando que tamanho afã do seu presidente assustou muita gente deste pequeno mundo português e talvez mesmo dos arredores.

Quem treme como varas verdes – perdão, encarnadas – são os dirigentes do Benfica e os Benfiquistas. Isso é bem patente, em especial por causa do receio dos 12 pontos à melhor na presente Liga Sagres.
Já acerca do “papa” poderiam subsistir algumas dúvidas. Não é só o seu remoque pretensiosamente irónico acerca do petróleo mas o facto de apenas estar protegido por 8 pontos. Até pode vir a acontecer que o “papa” seja obrigado a dizer que, afinal, não é apenas o seu protectorado da pedreira que é o seu adversário principal, mas ainda o protectorado riscado e de símbolo rastejante – aos seus pés “papais”, tem a simbologia e o proveito – o que lhe produziria sem quaisquer dúvidas mais uma apoplexia de ódio pouco salutar ao seu consulado “papal”, até por não contar muito com ela.

Do que não há dúvidas nenhumas é que as únicas pessoas que até agora se mostraram realmente assustadas são alguns sportinguistas, de entre os quais sobressaem figuras como Luís Duque e Sousa Franco, precisamente o presidente anterior.
Com efeito, Luís Duque diz com todas as letras que a política de aquisições de Bettencourt, pelo momento e pelo conteúdo, é incompetente e receia bastante que essa incompetência venha a sair bem cara ao Sporting.
Luís Duque diz mesmo recear que, no final da época, o Sporting esteja pior, financeira e desportivamente.
Por sua vez, Soares Franco também salientou “que este não era o caminho que seguiria se estivesse na direcção do clube”.

Aquele juramento de Bettencourt de que, com ele, o Sporting não hipotecaria receitas futuras, está a deixar efectivamente bem assustados outros "altos" dignitários da sua corte. Fala-se, inclusive, numa tentativa de renegociar e prolongar acordo com a PT para conseguir agora as receitas que esta só teria de pagar futuramente.
São os recentes juramentos de Bettencourt, bem comprovados actualmente na prática, o mote do assustamento, mas do assustamento dos sportinguistas. As suas confissões atoleimadas, os seus saltos de samba desafinado, as suas mascaradas de folclore provinciano e bacoco, diga-se, podem assustar muita gente mas apenas gente do seu clube.
Quanto aos outros, vão rindo e gozando o panorama.

Pois é! Carvalhal parece delirar de contentamento só porque as contratações do Sporting assustaram muita gente. À primeira vista, seria curial pensar-se que os “assustados” fossem pessoas estranhas e rivais do Sporting, talvez os dirigentes e adeptos dos clubes que, até ao momento, têm lutado com ele para fugir aos lugares de despromoção! Tal como, igualmente, seria normalíssimo pensar-se que os Sportinguistas mostrassem o maior regozijo com as mesmas, ficassem eufóricos até assim a modos que, se não conseguissem cortar radicalmente com a euforia Benfiquista que lhes provocou uma depressão tão aguda e foi causa de todos os seus males, ao menos conseguissem ofuscá-la com a sua própria euforia!
Afinal, numa autêntica manifestação “contra natura”, vem-se a verificar que os únicos assustados são mesmo os sportinguistas!

Não há dúvida! Carvalhal nem sequer consegue fazer encobrir a depressão que só o seu cargo de treinador provoca nos sportinguistas! Ainda tem que vir desmascarar o assustamento que as contratações do seu presidente, na esteira da contratação dele próprio, Carvalhal, como treinador do Sporting, provoca nas fileiras daqueles que ele, porventura, imaginou no seu delírio deverem transpirar euforia por todas as suas escamas!
Mas ao menos vai publicitando convenientemente a sua "competência".

8 comentários:

  1. Ja se julgam os moires,so porque contrataram 2 jogadores medianos por 10 milhoes e venceram os da pedreira e que andam a assustar toda a gente... isto e so rir.
    Os avensados ja lhes vieram dar a mao pois segundo eles o Benfica ganhou a rasquinha e a lagartada por 2-1 ganharam folgadamente hahaha,fomos os unicos a ganhar ao lider bla bla bla.Tambem podiam dizer que foram os unicos a jogar em casa os dois jogos quando os outros jogaram fora e so uma vez,enfim tristes.
    SLB4EVER Rumo****

    ResponderEliminar
  2. Carvalhal o homem de frases próprias de quem está a aproveitar os 5 minutos de fama que lhe foram dados. Mas Carvalhal é também o homem das meias frases quando afirma o Zbording ter sido o 1º dos 3 grandes a vencer o grande braga. Esqueceu-se dizer que o mesmo Zbording tinha sido o 1º a perder (limpinho, sem casos no túnel, sem seguranças a intervir). O Carvalhal não cabe em si de contente ao pensar nos Euros estipulados no contracto, só que não quer dizer que haja certezas de virem a parar na sua conta (o próprio presidente que o diga).
    Estas contractações que tanto o entusiasmam podem muito facilmente vir a ser o principal motivo pelos referidos Euros não virem a parar na sua conta.
    De facto o Benfica é de tal modo grande que os treinadores quando chegam aos rivais mais directos, tornam-se em papagaios, que é o mais parecido que podem ser com a nossa Águia.
    Benfica sempre de cabeça levantada derrubará o odio, a inveja e a corrupção jogando bom e limpo futebol.

    ResponderEliminar
  3. Caro Gil, eu se fosse lagarto também estaria preocupado pois só os tolos é que não percebem que existe algo de errado, ou então o petróleo está mesmo na "Alvaláxia"!
    Abraço.

    ResponderEliminar
  4. Caro JJD

    Até a formiga tem catarro. Eles gostam muito de deitar o olho ao quintal do vizinho e não vêem que têm as coisas do seu quintal todas podres.
    Ainda bem.
    Um abraço

    Caro Tony
    Completamente de acordo com o seu comentário.
    Carvalhal é o único que parece eufórico com as suas suas contratações.
    Talvez que seja ele a deitar os foguetes e depois a apanhar as canas.
    Um abraço

    Se eu fosse lagarto, caro Manuel, há muito que estava preocupado com todo o reino da lagartada.
    Felizmente que não sou, até porque a pele dos lagartos me é extremamente repelente.
    Um abraço

    ResponderEliminar
  5. Sem palavras, este post diz tudo, mas escrito pelo Gil, já nada me surpreende.

    ResponderEliminar
  6. Tudo sobre o Mercado de Inverno, Liga Sagres, Jogadores de Futebol e Futuras Estrelas no blog "Gritos do Desporto"!!

    Saudações Desportivas

    _______________________
    http://www.gritosdodesporto.blogspot.com

    ResponderEliminar
  7. Afinal parece haver pânico nas hostes do Norte e porventura o Carvalhal referia-se a este fenómeno.
    Apesar de ter decidido deixar de ler as crónicas MST de vez em quando perco o meu precioso tempo e verticalmente faço uma leitura de 1, 2 minutos max.
    Na crónica de hoje este ilustre escriva resolveu disparar em todas as direcções, menos na que ecticamente devia. Atenção que quando um Nortanho perde o Norte como ele demonstra estar a perder pode tornar-se perigoso.
    1º porque sendo sendo um acérrimo defensor da poluição imaginem os danos ambientais que pode causar se começar a fumegar por tudos os orifícios!
    2º porque sendo um caçador de serem inocentes que não fazem mal a uma mosca, que não troca seja o que for por uma matança, imaginem só alguém que perdeu o Norte com licença de porte de arma!
    3º porque alguém só consegue ver victórias seja a que preço for, é óbvio que a racionalidade não faz parte do seu vocabulário.
    Se conjugarmos estes 3 elementos forma-se aqui um cocktail explusivo (palavra que está na moda) ou seja alguém a fumegar, como uma arma na mão e que ignora a razão pode ser perigoso.
    Os alvos atingidos pela crónica de hoje já são numerosos - Diogo Quintela, Jornal A Bola, CD da Liga, Arbitragem e como não podia deixar de ser o nosso Glorioso.
    Nervosismo é sem dúvida uma realidade.

    ResponderEliminar
  8. Caro Jotas
    Um grande Aabraço, faz-se o que se pode. E o caro Jotas faz imenso também.

    Caro m. lopes, é um blogue Benfiquista de um Benfiquista?
    Se assim é - não consegui ler o seu perfil no blogue que indica - vêm todos por bem. E serão certamente apreciados pelos Benfiquistas.
    Um abraço

    Caro Tony

    Miguel Sousa Tavares faz sempre uma "nortada" desnorteada.
    É tão estrábico e pitosga quanto todos os que fazem parte daquele reino da corrupção.
    De acordo completamente com o seu comentário.
    Um abraço

    ResponderEliminar